sexta-feira, 14 de abril de 2017

Chegaste com a tua camisa de noite

Chegaste com a tua camisa de noite preta rendada transparente. Sentado no sofá te olhava. Ao te ver meu corpo tremeu... Um arrepio percorreu meu corpo... Inclinaste-te sobre mim e beijaste minha boca... Senti a maciez dos teus lábios e o teu perfume me envolveu. assim inclinada sobre mim o teu decote se abria e os teus seios eu via. Com As minhas mãos no teu corpo sentia a tua pele macia através do rendado da camisa de dormir... No meu corpo outro arrepio e não era de frio.... As minhas mãos subiram até aos teus ombros e sorrias para mim. com os dedos brinquei com as alças finas....enquanto o teu peito beijava....e os teus seios contemplava... Com os dedos fiz descer as alças dos ombros e deixei desnudados os teus seios.. ... Beijei-Os.... Beijei os mamilos rijos... Saboreei o teu aroma... senti a tua pele macia... Fechaste os olhos e ouvi-te um suspiro quando apertei entre os lábios os teus mamilos..... Ajoelhaste no assento do sofá com uma perna de cada lado das minhas. sentias meu corpo latejante. As alças caídas nos teus braços nus abraçaste meu pescoço.... Teus seios ali junto do meu rosto eu beijei... Beijei tua barriga sobre o rendado transparente. ... as minhas mãos acariciavam tuas pernas e subiam nas coxas.... O sofá ficou e a cama nos recebeu. Deitada de costas na cama contemplava-te... Deixei minhas mãos vaguearem pelo teu corpo inteiro. Os dedos tecteavam tua pele pedacinho a pedacinho... que bom era sentir assim a tua pele através do rendado fino.... Inclinei-me sobre ti e beijei tua barriga....fiz a tua camisola subir e beijei tuas pernas ....Beijei tuas coxas de pele macia como seda...BEIJEI-TE INTEIRA... Sentia o teu perfume e aroma de mulher... Contemplava-te e meu corpo tremia... Abriste os braços e me puxaste sobre ti. No teu corpo só a camisa de dormir preta rendada transparente havia... Sentiste meu corpo rijo... tremente... duro... latejante... Ondulamos num bailado sensual. E... Senti o teu corpo ardendo... Sentiste em ti o meu corpo queimando.... Até gemidos saírem das gargantas num clímax intenso.... ..... ..... ....

Sem comentários:

Enviar um comentário