segunda-feira, 17 de junho de 2013

• Deitados na areia da praia o sol aquecia os nossos corpos.

·       
  Deitados na areia da praia o sol aquecia os nossos corpos. O calor do sol fazia cocegas na pele dos nossos corpos… Olhei teu corpo moreno queimado pelo sol e tive um tremor pelo corpo inteiro. Senti desejo de ali te tomar e o teu corpo beijar… Fui mergulhar na água do mar para o meu corpo acalmar… Olhei-te ali deitada e o teu corpo esbelto e ondulante com o fato de banho moldando os contornos, senti desejo por ti… Os teus ombros sem alças seduziam-me… Quando voltei de mergulhar levantaste-te e foste mergulhar… Depois vi-te chegar com o teu corpo moreno salpicado de gotas de água que te davam muita sensualidade. Chegados a casa a tua pele macia brilhava sobe o calor do sol ainda presente no teu corpo e beijei-te os ombros. Senti um arrepio em ti… E nos lábios senti o sabor a sal da água do mar na tua pele… Peguei num copo de leite fresco para beber… Aproximaste-te de mim e ficaste na minha frente com teu olhar sedutor… No teu corpo uma túnica transparente te cobria, mas deixava visíveis os teus contornos sensuais… Já tinhas despido o fato de banho e através do fino tecido branco eu via os teus seios com os mamilos erectos de excitação… Tremi mais uma vez ao contemplar-te assim tão sensual e sedutora… No meu corpo só o calção de banho… Olhava-te através do tecido transparente e via todo teu corpo desde os pés até ao rosto… As tuas pernas assim na transparência ficavam mais sensuais ainda… Não resisti e abracei-te com o copo de leite ainda na mão e beijei-te…Enlaças-te o meu pescoço e ofereceste-me a boca com os lábios entreabertos e as nossas línguas enrolaram-se com luxuria… Nesse abraço deixas-te escorregar a mão que se meteu dentro do meu calção e pegaste no meu pénis rijo de desejo… Ondulávamos ao sabor do beijo e a excitação crescia mais e mais… Com os movimentos derramei leite sobre o teu corpo que escorreu entre os teus seios redondos e lindos… Sorriste e eu beijei onde o leite escorria e lambia sobre o teu corpo o leite derramado… Derramei mais… Mais beijei…
- Vais ter que lamber todo leite que deitaste sobre mim… Disseste. E deitei mais e lambi… Encostei-te à mesa da cozinha e sentei-te ali… O leite frio escorria no teu corpo e eu esvaziei todo o copo sobre ti… A túnica colava-se à tua pele e eu saboreava ali o líquido branco em contraste com a tua pele morena e quente… O leite escorria pela tua barriga até entre as pernas… Levantei-te a túnica e deixei as tuas coxas nuas ali pra mim… Lambi as tuas coxas molhadas… Lambi o leite que fluía entre as coxas… Sentia a tua excitação no teu aroma de mulher misturado com o líquido branco que eu derramei sobre ti… Beijei a tua vagina molhada…Lambi intensamente… Senti-te tremer… Deitaste-te sobre a mesa e abriste as pernas pra mim… Me deste a tua intimidade… Saboreei-te e provei-te… Meti a minha língua em ti… Sentia-te tremer de prazer e isso me dava mais tesão por ti... Ao lado de nós estava um frasco com mel… Peguei e abri… lambuzei-te toda com mel… A tua barriga… Os teus seios… As tuas pernas… Deixei escorrer me pela tua vagina… A tua túnica já tinha abandonado o teu corpo e estavas nua sobre a mesa pronta para eu te saborear por inteiro… Eras como uma sobremesa para mim… Lambia-te o corpo… Lambi-te toda… Depois deixei derramar mel sobre o meu pénis e afaguei-o… Mais duro ficou de tesão por ti… Oferecia-te assim o pénis para me beijares… Beijaste-o e sugaste… Ficava louco de prazer e tesão ao sentir os teus lábios rodearem o meu pénis duro e latejante… Queria entrar em ti… Sugavas-me cada vez mais e mais…
- Quero-te… Disse eu…. Flectiste as pernas e abriste as coxas… Eu encaixei-me entre as tuas pernas e o meu pénis apontava para a tua vagina… Eu ali em pé e tu deitada sobre a mesa… As tuas pernas abertas me chamavam… Agarrei-te pelas coxas e depois pela cintura e puxei-te pra mim… O teu corpo lambuzado com o mel e leite misturados com a minha saliva que deixei pelo teu corpo… O meu pénis estava bem junto da tua vagina e tocava-lhe ao de leve…sentia-te tremer de tesão e desejo… Com movimentos de ancas entrei em ti… Penetrava-te suavemente… Nossos corpos enlaçavam-se… Rodeaste o meu corpo com as tuas pernas e eu entrei mais em ti… Bem fundo te sentia quente… Gemias de prazer… Sussurrava ao teu ouvido… Os movimentos eram loucos de paixão… Um vai e vem de prazer e tesão… O teu corpo teve um espasmo e rebolaste sobre a mesa com o meu pénis ainda dentro de ti… Agarrei-te a cintura e penetrei-te mais fundo…. Orgasmos percorreram os nossos corpos sedentos… Gritamos como loucos ao sabor do orgasmo sentido em pleno… Debrucei-me sobre ti e beijei os teus mamilos rijos… Tão bommmm… Depois fomos tomar um banho para acalmar o desejo que tinha domado os nossos corpos….